Jeffery Davis

A Associação e o Conservatório Regional de Évora “Eborae Mvsica” promovem nos dias 5, 6 e 7 de novembro de 2021 o IV Festival Internacional de Percussão de Évora, direção artística de Vasco Ramalho com os seguintes orientadores/formadores: Miquel Bernat (Marimba), Vicky Marques (Bateria), Jeffery Davis (Vibrafone) , João Matos –Slalabá  Tuka (Batukada), no Convento dos Remédios, Avenida de S. Sebastião, Évora.

No dia 5 às 21h30 terá lugar o Concerto de Abertura com Drumming GP, no dia 6 às 21h30 o Concerto com Jeffery Davis, Vicky Marques e Vasco Ramalho e no dia 7 às 18h00 concerto de Encerramento com todos os Participantes.

Vicky Marques criou a sua primeira bateria improvisada com objetos domésticos aos 8 anos e começou a ter aulas de bateria aos 12. Um ano mais tarde fazia a sua primeira atuação em público no Teatro Gil Vicente em Cascais. Em 2011 criou o concerto “Estou de Viagem” em parceria com Carmo Stichini. Nos últimos anos tocou em todo o mundo com a cantora Mariza, realizando cerca de 400 concertos nos 4 continentes. Tem também feito participações ao vivo e/ou em estúdio com muitos outros músicos, como: John Stubblefield, Ivan Lins, Philip Hamilton, Greeg Kofi Brown, Pedro Joia, Alexandre Manaia, José Peixoto & Carlos Zíngaro, Maria João & Mário Laginha.

Jeffery Davis nasceu no Canadá em 1981 e vive em Portugal desde 1985. Fez numerosos concertos com o Drumming GP na Europa, incluindo várias estreias mundiais de obras escritas por compositores nacionais e internacionais como Mário Laginha, João Pedro Oliveira, Emanuel Nunes, entre outros. Em Março de 2002 obtém o primeiro prémio no Concours International de Jazz, em Paris, conquistando uma bolsa de estudo para frequentar o curso no Berklee College of Music. Em Novembro desse ano, conclui o curso da ESMAE com a nota máxima de 20 valores. Em Janeiro de 2003 desloca-se para os Estados Unidos, onde inicia o curso de Jazz Performance Vibraphone, no Berklee College of Music, que termina em Maio de 2006 com o estatuto de summa cum laude. Destaca-se como vibrafonista de topo da escola. Ganha inúmeros prémios. Recebe também do IAJE (International Association for Jazz Education) o prémio de Outstanding Musicianship. Nos Estados Unidos surge, de novo, a oportunidade de trabalhar com músicos de jazz. Mantém-se ativo no mundo do jazz e clássico e integra vários projetos nacionais. Apresenta vários recitais a solo por toda a Europa, com um reportório escrito para si.

Vasco Ramalho, licenciou-se em percussão na Universidade de Évora, tendo, posteriormente, obtido uma pós-graduação em marimba solista no Royal Conservatory Antwerp – Bélgica. É diretor artístico dos Festivais Internacionais de Percussão de Évora e Portimão e do Festival Artes S(em)Palco. Em Julho de2017 gravou o seu primeiro CD, Vasco Ramalho – Essências de Marimba, Fados & Choros. É desde 2013 Artista Adams, uma das principais marcas de instrumentos de percussão no mundo.

A marcação prévia de bilhetes para os Concertos é feita pelo email eboraemusica@gmail.com. O uso de máscara é obrigatório a partir dos 10 anos.

Este Festival é organizado pela Associação Eborae Mvsica, financiado pelo Ministério da Cultura através da DGArtes e pelo Ministério da Educação e apoiado pela Câmara Municipal de Évora, Diário do Sul, Rádio Diana, Antena 2, A Defesa e Registo.

Fonte: Nota de Imprensa / Eborae Música

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Please enter your name here