No passado dia 26 de novembro de 2022, foi anunciado que o Instituto Cultural de Évora voltou a ganhar o Prémio Regional de Boas Práticas de Voluntariado do Alentejo! Este prémio é atribuído pelo Instituto Português do Desporto e Juventude e a cerimónia oficial irá decorrer no dia 5 de dezembro.

O Instituto Cultural de Évora foi distinguido como a “Melhor entidade pública promotora de voluntariado jovem” e é também a primeira vez que neste prémio que uma entidade ganha dois anos consecutivos, tornando o ICÉ no primeiro “Bicampeão” alguma vez registado na história deste prémio. Também é a primeiríssima vez que um projeto que envolveu Cultura Pop Japonesa no Alentejo ganha um prémio atribuído pelo Estado.

É de referir que esta conquista foi alcançada não só pela equipa do ICÉ (Pedro Dos Santos, Ana Rosado, Cláudia Quintas, António Pinheiro, Nuno Trindade, Pedro Trindade, Carolina Lecoq, Joel Ligeiro, Abigail Varandas Ligeiro, Duarte Fernandes, Carla Martins e Sara Matos) que implementou o “DigiTexto” que foi projeto vencedor mas também por vários outros jovens artistas locais e também por autores que colaboraram no respetivo projeto, nomeadamente os artistas e cosplayers FeratriX3Wafu (Barbara), MARS (Mars), Liam L (William), mono.bug (Alex), Clowdsoda (Diana), Suneka ( Jéssica), nebullak (Vitória), Anir (Carina), mari+ana (Mariana), famalda (Mafalda), Miguel Oliveira, Rui Lagarto, Guilherme Caldeira e a TikToker Joana Bombaça, também conhecida como “Itsmenanahere”; quanto aos autores, destacam-se Rute Alves, Carlos Daniel Dojja e Soraia Carmo.

O projeto “DigiTexto” abrangeu atividades de Cultura Pop Japonesa, neste caso o “Évora Anime” que foi o primeiro Evento de Cultura Pop no Alentejo alguma vez realizado. O facto de que um projeto que abrangeu Cultura Pop Japonesa no Alentejo ter sido premiado pelo estado marca a importância e a evolução deste tipo de iniciativas no Alentejo, uma vez que sempre houve um “tabu” associado a este tipo de atividades a nível regional. No resto país já existem eventos deste tipo já imensamente conhecidos como o Iberanime e no caso do Alentejo, iniciou-se com força também este movimento liderado pela equipa do ICÉ em conjunto com todos os artistas e autores já mencionados.

Fonte: Nota de Imprensa / Instituto Cultural de Évora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Please enter your name here