Como forma de assinalar a entrada no segundo semestre, a Escola Superior de Enfermagem S. João de Deus (ESESJD) dinamizou, no passado dia 6 de fevereiro, o Seminário “Segurança e Proteção de Dados” que contou com a participação de vários especialistas na área e uma forte presença do corpo estudantil, a quem se destinava esta iniciativa.

A sessão, decorrida no Auditório do Colégio do Espírito Santo, teve como oradores convidados Anabela Pereira Coelho, Professora do Departamento de Enfermagem da Universidade de Évora, Susana Teixeira, Presidente da Comissão de Ética para a Saúde da Administração Regional de Saúde do Alentejo, João Vaz Rodrigues, Professora do Departamento de Economia da UÉ, Jéssica Domingues, que exerce funções no Departamento de Regulação, Supervisão e Certificação do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS).

Na sessão de boas vindas, Manuel Lopes, Professor Coordenador do Departamento de Enfermagem e Diretor da Escola Superior de Enfermagem S. João de Deus da Universidade de Évora destacou que, apesar da aparente incompatibilidade entre as áreas da saúde e da segurança e proteção de dados, a ligação entre ambas se adequa plenamente, sobretudo na atualidade.

“Além da vossa atividade pessoal e individual, vocês vão ter responsabilidades profissionais, o que quer dizer que vão trabalhar com sistemas de informação em saúde, e nessa qualidade vocês correm o risco de pôr em causa a segurança desses sistemas”, introduz Manuel Lopes que destaca ainda a premência desta temática e alerta a plateia para os vários perigos da má utilização da tecnologia.

As quatro comunicações seguintes, que abordaram os aspetos deontológicos de segurança de dados, a necessidade de proteção de dados pessoais nas redes sociais ou a cibersegurança, tiveram como principal objetivo consciencializar os alunos para a cibersegurança e sensibilizar para os riscos da utilização da internet, nomeadamente no que toca à usurpação de informação, fraude e roubo de identidade, tentando promover junto dos futuros profissionais de saúde uma visão global dos atuais riscos e vulnerabilidades associados às Tecnologias de Informação e das boas práticas da sua utilização, como forma de se proteger a si e às organizações para as quais trabalhem.

Fonte: Universidade de Évora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Please enter your name here