Telefonia do Alentejo

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor assinala-se hoje

“Os livros e a leitura são essenciais para uma literacia plena”

Autor :Marina Pardal

Fonte: Redação DS

23 Abril 2019

Instituído pela UNESCO em 1995, o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor assinala-se hoje. O objetivo? “Promover o prazer da leitura e o respeito pelos livros e pelos seus autores”, segundo os promotores da efeméride.
A escolha desta data está associada a “uma tradição catalã, na qual os homens oferecem às suas 'damas' uma rosa vermelha de S. Jorge, neste dia, recebendo em troca um livro”, explica a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), na sua página na internet.
Mas há mais. Pretende-se também “prestar homenagem à obra de grandes escritores falecidos neste dia, como William Shakespeare, Miguel Cervantes ou Inca Garcilaso de la Vega”, é ainda realçado pela mesma fonte.
De acordo com a DGLAB, “o livro e a leitura são essenciais para o desenvolvimento de uma literacia plena”, esclarecendo que esse conceito é aqui visto como “a aptidão para apreender e compreender a informação escrita na vida corrente, com vista à conquista dos objetivos pessoais, que passam pelo alargamento dos conhecimentos e das capacidades de cada um”.
É também salientado que “o livro, conceito onde se incluem a literatura em geral e a promoção da leitura, é um dos maiores valores de um país”.
A esse respeito, a DGLAB recordou que “muitos dos autores são reconhecidos nacional e internacionalmente e dão rosto a uma cultura que se quer afirmativa, moderna e de qualidade”.
Segundo informação da mesma fonte, “num século XXI global, o livro e a leitura são fatores determinantes para a criação de melhores níveis de literacia, para a promoção de uma leitura qualificada e competente e para a transmissão de valores de autoestima, de cidadania e de aprendizagem ao longo da vida”.
Numa sociedade onde as novas tecnologias parecem assumir um papel de destaque, o desafio que se impõe é que os livros continuem a despertar interesse.
A DGLAB frisou que, “se o livro no seu suporte mais comum pouco mudou nos últimos 500 anos, já as técnicas do seu fabrico, as estratégias da sua comercialização, entre outros aspetos da designada 'cadeia do livro', mudaram muito”, constatando que “a leitura foi acompanhando esse movimento de suportes”.
Realçou que “editor, tipografia, distribuidor, livraria e biblioteca são modelos que mudaram também, criando uma rede de intervenientes e atores poderosos chamados a participar nessa globalização que o livro pressupõe, e nesse elo indestrutível entre autor e leitor”.
Cabe então a cada um de nós manter “viva” esta relação. Pegar num livro, folheá-lo e perder-se por entre as suas páginas, viajando por lugares conhecidos ou imagináveis, sempre com a “certeza” que vamos sair mais ricos dessa leitura.

Algumas atividades que
acontecem pelo Alentejo

O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor é celebrado com diversas atividades alusivas à temática. Várias instituições, como as bibliotecas públicas, mas também organismos privados, promovem iniciativas que põem o livro e a leitura em destaque durante estes dias.
Na página da DGLAB, é possível conhecer alguns dos eventos programados para Portugal. Aqui, focamos os que se referem ao Alentejo.
A Biblioteca Municipal de Redondo tem agendada uma oficina de construção de livros Pop-up, para o próximo domingo. Está ainda patente uma exposição de livros Pop-up, entre 2 e 30 de abril.
Em Estremoz, a biblioteca municipal preparou um “Peddy Book”, que decorre hoje, às 14 horas.
Já em Avis, a Biblioteca Municipal José Saramago tem prevista a iniciativa “Leituras sem idade - Contos com Domicilia Rodrigues”, para a próxima sexta-feira, pelas 14 horas.
Realçar ainda a exposição “Lervitar” que está patente na Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, até ao próximo dia 2 de maio.

OPINIÓN DE NUESTROS LECTORES

Da tu opinión

Incorrecto intentelo de nuevo
NOTA: Las opiniones sobre las noticias no serán publicadas inmediatamente, quedarán pendientes de validación por parte de un administrador del periódico.

NORMAS DE USO

1. Se debe mantener un lenguaje respetuoso, evitando palabras o contenido abusivo, amenazador u obsceno.

2. www.radiotelefoniadoalentejo.com.pt se reserva el derecho a suprimir o editar comentarios.

3. Las opiniones publicadas en este espacio corresponden a las de los usuarios y no a www.radiotelefoniadoalentejo.com.pt

4. Al enviar un mensaje el autor del mismo acepta las normas de uso.