Telefonia do Alentejo

Artigo de opinião do Dr. Marcos Mesquita, Medicina Geral e Familiar

Deixar de fumar é difícil, mas não impossível!

Dia Mundial sem Tabaco assinala-se a 31 de maio

Autor :Nota de Imprensa

31 Maio 2019

O tabagismo é a principal causa evitável de doença e morte a nível mundial, e 7 em cada 10 fumadores expressam vontade em cessar o consumo. Contudo, apenas cerca de 7% dos que tentam têm sucesso, e apenas 3 a 5% sem o apoio dos cuidados de saúde.

Os benefícios de deixar de fumar são inúmeros, mas resumem-se à melhoria e mesmo reversão dos malefícios causados pelo consumo, nomeadamente:

- A melhoria de sintomas respiratórios ao final de 1 a 9 meses;

- A diminuição do risco cardiovascular para metade ao final de 1 ano;

- A reversão total do risco acrescido para Acidentes Vasculares Cerebrais ao final de 5 anos;

- A diminuição do risco de neoplasia pulmonar para metade (e diminuição do risco de forma variável de todas as outras neoplasias relacionadas com o tabagismo) ao final de 10 anos;

- A reversão total do risco de Doença Arterial Coronária ao final de 15 anos;

- A melhoria na aparência cutânea e da saúde oral, a diminuição dos encargos financeiros, entre outros aspetos.

O médico de Medicina Geral e Familiar tem um papel fundamental na cessação tabágica, uma vez que além do contacto privilegiado com os utentes, tem conhecimento em todas as áreas evolvidas no processo, o que permite uma abordagem médica holística. Importa referir o apoio fundamental de outros profissionais de saúde, nomeadamente enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e nutricionistas.

Nas consultas de cessação tabágica é feita uma abordagem multidisciplinar, cuja base são estratégias relacionadas com alterações de estilo de vida, às quais frequentemente se associa medicação como a Terapêutica de Substituição Nicotínica ou psicofármacos dirigidos à cessação tabágica, que aumentam consideravelmente a probabilidade de sucesso.

Atendendo aos malefícios do tabagismo e benefícios da sua cessação, recomenda-se vivamente aos fumadores ativos que procurem apoio para deixar de fumar nos cuidados de saúde primários, os médicos devem ser encarados como aliados para a saúde, o bem-estar global, a felicidade.

OPINIÓN DE NUESTROS LECTORES

Da tu opinión

Incorrecto intentelo de nuevo
NOTA: Las opiniones sobre las noticias no serán publicadas inmediatamente, quedarán pendientes de validación por parte de un administrador del periódico.

NORMAS DE USO

1. Se debe mantener un lenguaje respetuoso, evitando palabras o contenido abusivo, amenazador u obsceno.

2. www.radiotelefoniadoalentejo.com.pt se reserva el derecho a suprimir o editar comentarios.

3. Las opiniones publicadas en este espacio corresponden a las de los usuarios y no a www.radiotelefoniadoalentejo.com.pt

4. Al enviar un mensaje el autor del mismo acepta las normas de uso.