radio
Telefonia do Alentejo

Na Arena

Harlem Gospel Choir começa digressão nacional em Évora

Fonte: Redação

05 Dezembro 2017

A sétima digressão nacional dos Harlem Gospel Choir, de Nova Iorque, que levará a formação norte-americana a salas emblemáticas como a Casa da Música, no Porto, ou ao Auditório Maior do CCB, começou na passada quinta-feira em Évora, com a Arena a “render-se” à homenagem que o grupo está a fazer a Beyoncé.

O Harlem Gospel Choir, talvez o mais famoso grupo de gospel do mundo neste momento, já trouxe a Portugal espetáculos de homenagem a gigantes da música como Michael Jackson, Stevie Wonder ou Whitney Houston, compositores de méritos mais do que reconhecidos que nas experientes vozes deste grupo se tornam também autores de hinos universais capazes de capturar o espírito de uma época muito especial.

Desta vez, Évora pôde apreciar algumas das canções de uma das mais aplaudidas vozes da atualidade, Beyoncé, cuja música, que lidera tops em todo o mundo, através de um sentido tributo de vozes divinamente inspiradas que foi também uma oportunidade de celebração do que de melhor a vida nos oferece: o amor.

O espetáculo do Harlem Gospel Choir, além das canções de Beyoncé que todos conhecem, deu a conhecer, uma vez mais, a vasta experiência deste coletivo de vozes que já cantou ao lado de ou para gente tão importante como Nelson Mandela, o papa João Paulo II, Paul McCartney, Diana Ross, U2 ou Gorillaz, entre tantos outros.

O grupo de Harlem foi fundado por Allen Bailey em 1986, depois de um momento de inspiração obtido ao assistir a uma cerimónia de homenagem a Martin Luther King e desde aí tem vindo a acumular um impressionante currículo.

O gospel tem a condição singular de ser ao mesmo tempo uma música de devoção e de celebração e por isso as atuações do Harlem Gospel Choir são sempre exuberantes e profundamente sentidas. Aliando-se a esse facto o reportório cuidadosamente escolhido, interpretado com alma, vivacidade e paixão, obtém-se um espetáculo perfeito para toda a família. Foi exatamente este aspeto que caraterizou o espetáculo de Évora, com uma constante interação com o público, em que elementos da plateia foram duas vezes ao palco cantar com o grupo.

OPINIÓN DE NUESTROS LECTORES

Da tu opinión

Incorrecto intentelo de nuevo
NOTA: Las opiniones sobre las noticias no serán publicadas inmediatamente, quedarán pendientes de validación por parte de un administrador del periódico.

NORMAS DE USO

1. Se debe mantener un lenguaje respetuoso, evitando palabras o contenido abusivo, amenazador u obsceno.

2. www.radiotelefoniadoalentejo.com.pt se reserva el derecho a suprimir o editar comentarios.

3. Las opiniones publicadas en este espacio corresponden a las de los usuarios y no a www.radiotelefoniadoalentejo.com.pt

4. Al enviar un mensaje el autor del mismo acepta las normas de uso.