radio
Telefonia do Alentejo

"150 Anos de Eça em Évora" motivam passeio noturno

Autor :Nota de imprensa

14 Agosto 2017

Decorreu no passado dia 1 de agosto, um passeio noturno para assinalar a passagem de 150 anos da rescisão do contrato em que Eça de Queiroz e um grupo de eborenses tinham acordado a vinda de Eça para Évora para ”dirigir, administrar e elaborar o jornal político de oposição Districto de Évora”.
Recorde-se, que desde janeiro, têm decorrido vários eventos para assinalar a passagem de Eça por Évora e do legado que nos deixou. O Diário do Sul desde a primeira hora que tem acompanhado e dado notícia dos vários eventos, como parceiro da comissão que, juntamente com a Câmara Municipal de Évora (CME), tem dinamizado essas ações.
Para a noite de dia 1, estava agendado um passeio com saída às 20h30 do Jardim Público e passagem por vários locais importantes do que virá a ser o “Roteiro Queirosiano de Évora” que está em fase de impressão e será lançado brevemente.
Sob a coordenação de Jorge Lopes, da CME, e tendo como guias Manuel Branco e Manuel Alcario, o numeroso grupo (mais de oito dezenas de pessoas de Évora, mas também de outras terras como Montemor, Arraiolos, Redondo, Moura, Palmela e outras), percorreu por cerca de duas horas e meia a maioria dos locais que farão parte do Roteiro (Rossio, Jardim Público, então Passeio Público, Palácio Ramalho Barahona, Travessa dos Frades Grilos, onde Eça residiu, Rua do Raimundo, onde ficava a Praça de Toiros das Mercês, Praça de Giraldo, então Praça Grande, com a Sociedade Bota Rasa de que Eça foi sócio, Rua Nova e Aqueduto, Rua Ancha e Travessa do Imaginário, Largo de Camões, Praça Joaquim António de Aguiar, então Praça de D. Pedro IV onde ficava a sede do Jornal, Rua Vasco da Gama, onde ficava o Teatro Eborense e a sociedade Círculo Eborense, Biblioteca Pública e Colégio do Espírito Santo, onde ficava o Liceu Nacional de Évora).
Em cada um dos locais assinalados, Manuel Branco fez uma descrição muito interessante e completa de enquadramento de como era e que importância pode ter tido para Eça de Queiroz, cabendo a Manuel Alcario a leitura de excertos do Districto de Évora.

OPINIÓN DE NUESTROS LECTORES

Da tu opinión

Incorrecto intentelo de nuevo
NOTA: Las opiniones sobre las noticias no serán publicadas inmediatamente, quedarán pendientes de validación por parte de un administrador del periódico.

NORMAS DE USO

1. Se debe mantener un lenguaje respetuoso, evitando palabras o contenido abusivo, amenazador u obsceno.

2. www.radiotelefoniadoalentejo.com.pt se reserva el derecho a suprimir o editar comentarios.

3. Las opiniones publicadas en este espacio corresponden a las de los usuarios y no a www.radiotelefoniadoalentejo.com.pt

4. Al enviar un mensaje el autor del mismo acepta las normas de uso.