Herdade da Contenda

PRÉMIO NACIONAL DE PAISAGEM 2020

A Herdade da Contenda venceu o Prémio Nacional de Paisagem 2020. Trata-se de uma distinção honorífica criada em 2012, no quadro da implementação da Convenção Europeia da Paisagem. A iniciativa promovida pela Direção Geral do Território, pretende premiar o mérito de quem, em Portugal, contribui para um desenvolvimento territorial mais sustentável e promove a sensibilização para a importância da paisagem na qualidade de vida. A candidatura vencedora é selecionada para representar Portugal no concurso relativo à atribuição do Prémio da Paisagem do Conselho da Europa.

A empresa municipal Herdade da Contenda participou com a candidatura “Uma paisagem de referência na Raia – A Herdade da Contenda”. Trata-se de um projeto de referência para uma gestão sustentável do uso do solo, inspirador da importância da paisagem enquanto recurso e demonstrador de como a interação humana com os sistemas naturais a pode construir, destruir e reconstruir.

Na Herdade da Contenda, as transformações que refletem a história naquela situação raiana, resultam de uma ligação ancestral entre a terra e os seres humanos, onde é difícil distinguir onde começa uma e acaba a outra. É, afinal, a paisagem alentejana e mediterrânica, numa narrativa de resiliência e capacidade de ressurgir, conservando o seu caráter.

A candidatura foi elaborada pela Herdade da Contenda, Empresa Municipal e contou com o apoio do arquiteto paisagista Nuno Lecoq, que desenvolveu em 2014 a tese de doutoramento “A Herdade da Contenda. Uma Paisagem Única como Paisagem de Referência”.

O Prémio Nacional de Paisagem 2020 será entregue, na próxima quarta-feira, dia 09, a Álvaro Azedo, Presidente da Câmara Municipal de Moura, pela mão do Senhor Ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, no decorrer 3.a Conferência da Política Nacional de Arquitetura e Paisagem.

Fonte: Câmara Municipal de Moura / Nota de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Please enter your name here