Inaugura, do dia 28 de janeiro de 2023, no Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, o projeto expositivo Intersectio, que explora as relações imotivadas e improváveis entre obras de artistas da coleção de arte contemporânea do Montepio Geral – Associação Mutualista e obras de artistas pertencentes ao acervo da Fundação Eugénio de Almeida, em três momentos expositivos a realizar ao longo de 2023. Nesta primeira etapa, são apresentadas as obras de José de Carvalho e de Peter Halley.

Na arte como na vida, há caminhos que se cruzam, obras que se encontram, saberes e fazeres que se contaminam. Há afinidades que poderíamos chamar vicinais, pertencentes ao plano da forma, ou dos materiais, ou das técnicas, ou dos temas, tão imotivadas como a relação entre o som e o sentido, tão imponderáveis como uma intersecção entre duas vidas que aconteceram em geografias distantes, e distantes permaneceram.

Intersectio instala-se nesse ponto mínimo de contacto vicinal e explora as relações imotivadas e improváveis entre obras de artistas da coleção de arte contemporânea do Montepio Geral – Associação Mutualista e obras de artistas pertencentes ao acervo da Fundação Eugénio de Almeida. Sob a forma de diálogo, apresentam-se três projetos expositivos nos quais, sucessivamente, a plasticidade rugosa do eborense José Carvalho se confronta com as redes geométricas de Peter Halley (#1), António Charrua interpela cromaticamente Pedro Cabrita Reis (#2), e o Palolo das cores pop dos anos 70 revisita uma sua criação de juventude (#3). Em cada um destes pontos de intersecção estabelecem-se conexões inesperadas, emergem relações porosas e abrem-se aos estímulos múltiplos vasos comunicantes.

Cruzam-se aqui também duas instituições: o Montepio Geral – Associação Mutualista e a Fundação Eugénio de Almeida, que comemora, em 2023, os seus sessenta anos, e oferece uma programação especial – na qual Intersectio se inscreve -, que sublinha a sua ligação às pessoas e ao território onde se insere, ao mesmo tempo que diversifica e amplia as suas parcerias de colaboração com outras instituições de referência.

Aos visitantes de Intersectio, os curadores João Sameiro e José Alberto Ferreira deixam o desafio para que façam também seus estes cruzamentos, intersecções e descobertas.

Intersectio (#1), com obras de José de Carvalho e de Peter Halley, poderá ser visitada até 19 de março, de 3ª feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, com entrada livre. Todas as informações sobre a exposição poderão ser encontradas no site.

Fonte: Nota de Imprensa / Fundação Eugénio de Almeida

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Please enter your name here